quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Movimento nas estações do metrô é menos intenso no segundo dia de greve

21/10/2010 - Correio Braziliense

Movimento nas estações começou tranquilo no segundo dia de greve

O movimento nas estações do metrô neste segundo dia de paralisação foi mais tranquilo. A reportagem do Correiovisitou três estações na manhã desta quinta-feira (21/10), e foi somente a partir das 8h que as filas começaram a se formar.

De acordo com o coordenador geral do Sindicato dos Metroviários (SindMetrô), Israel Almeida, seis, dos 19 trens, operam hoje. Ainda segundo o diretor, o sindicato fará uma nova assembleia à noite, com funcionários e empresários, intermediada pelo Ministério Público. "O sindicato está aberto à negociações, mas a empresa precisa entender que há défcit de funcionários, principalmente no setor de segurança das estações", argumenta Israel.

Até dezembro deste ano, está prevista a chegada de 12 novos trens, que passarão por uma fase de testes e devem estar disponíveis para a população até março de 2011. "Com a chegada dos novos veículos, o número de passageiros vai passar de 170 mil para mais de 300 mil. Não dá para atender toda essa demanda sem um aumento significativo de pessoal", diz Israel.

Reivindicações

Os metroviários pedem a redução da jornada de trabalho dos pilotos de 40 para 30 horas semanais. A categoria também exige a convocação dos cerca de 200 aprovados em concurso público cuja validade expira no dia 25 deste mês. Outra questão reivindicada pelos metroviários é um novo concurso para agente de segurança e piloto, para evitar terceirização dos bilheteiros, que está sendo investigado pelo Ministério Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário