quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Metroviários ameaçam entrar em greve

13/10/2010 - DFTV 2ª Edição

Funcionários do metrô se reúnem na noite desta quarta-feira (13) para decidir quando será paralisação. Após 15 dias em greve, bancos privados voltam a abrir as portas nesta quinta-feira.

Metroviários fazem assembleia na noite desta quarta-feira (13), na Praça do Relógio, em Taguatinga, para decidir sobre a greve. A direção do metro disse que só foi informada sobre essa possível greve na tarde de hoje e que a considera abusiva. 

No último domingo, os metroviários já tinham decidido pela paralisação. A assembleia é para decidir se a greve acontece amanhã ou depois. De acordo com o Sindicato, a tendência é de que a greve seja adiada para a próxima segunda-feira. O Sindicato informou também que a lei será respeitada e que 30% dos funcionários continuarão trabalhando durante a paralisação. 

A principal reivindicação é a convocação dos aprovados em concurso público no ano passado. A direção do metro disse que estuda essas convocações. 

Bancos privados voltam a abrir as portas nesta quinta-feira (14) 

Depois de 15 dias em greve. Os bancários aceitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos, que ofereceu, em média, 7,5% de reajuste salarial. Os funcionários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal fazem assembleia na noite desta quarta-feira. 

Luísa Doyle

Nenhum comentário:

Postar um comentário