quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Metroviários decidem manter paralisação pelo menos até amanhã

20/10/2010 - Correio Braziliense - Roberta Machado

Continua a greve dos metroviários nesta quinta-feira (21/10). A decisão foi tomada pelo Sindicato dos Metroviários (SindMetro) em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (19/10), na Praça do Relógio, em Taguatinga.

Trabalhadores e patronato marcaram nova negociação para amanhã, que será mediada pelo Ministério Público do Trabalho. "Lá o Metrô não vai poder dizer uma coisa e depois negar. Vai ter que falar a verdade", avalia Anderson de Oliveira, diretor administrativo do SindMetro. "A coisa agora começa a evoluir. Talvez consigamos resolver essa pendência amanhã", prevê.

Metroviários se reunem novamente na noite de quinta em nova assembleia para votar a permanência da paralisação. O SindMetro ainda marcou uma reunião com o governador Rogério Rosso para a manhã de sexta-feira (22/10), na residência oficial de Águas Claras.

Reivindicações

Os metroviários pedem a redução da jornada de trabalho dos pilotos de 40 para 30 horas semanais. A categoria também exige a convocação dos cerca de 200 aprovados em concurso público cuja validade expira no dia 25 deste mês. Outra questão reivindicada pelos metroviários é um novo concurso para agente de segurança e piloto, para evitar terceirização dos bilheteiros, que está sendo investigado pelo Ministério Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário