quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Greve do metrô é adiada

14/10/2010 - Bom Dia DF - Aline Barcellos / Almir de Queiroz

A paralisação estava prevista para começar nesta quinta-feira, dia 14. Mas o sindicato não comunicou a direção do Metrô/DF, com o prazo de 72 horas. A próxima assembleia está marcada para domingo.

A expectativa era de que a greve fosse anunciada na assembleia dessa quarta-feira (13). Mas, por causa do feriado, a direção do Metrô/DF não recebeu do sindicato o documento que avisa sobre a paralisação. A lei determina que a empresa seja notificada com 72 horas de antecedência. 

“É uma nova oportunidade para se ter uma nova negociação, junto ao Metrô/DF e GDF”, afirma o coordenador do Sindimetrô Israel Almeida Pereira 

Uma das reivindicações dos metroviários é a redução da jornada de trabalho dos pilotos, de 40 para 30 horas semanais. E ainda a contratação dos aprovados no concurso do ano passado. 

Os metroviários disseram que na semana que vem apenas 30% dos trens vão funcionar para que os passageiros não fiquem totalmente sem o transporte. Mas para os 160 mil passageiros que usam o metrô todos os dias, a notícia da greve não foi nada agradável. 

“Vai ficar complicado”, diz uma mulher. “Eu preciso do metrô para ir trabalhar e estudar”, destaca um rapaz. “Se com todos os trens já é terrível, imagina com apenas 30%”, enfatiza uma jovem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário