quarta-feira, 30 de junho de 2010

Metrô-DF recebe o primeiro trem da nova frota





Metrô-DF recebe o primeiro trem da nova frota
(30/06/2010 - 12:30)



     Com a presença do governador Rogério Rosso, da vice-governadora Ivelise Longhi e do secretário de transportes, Gualter Tavares, o diretor-presidente do Metrô-DF, Divino Alves dos Santos apresentou, nesta quarta-feira (30), o primeiro dos 12 trens da nova frota do Metrõ-DF. Com quatro carros cada, o trem que chegou à Brasília na segunda-feira será acoplado e testado no Pátio de Manutenção de Águas Claras, na sede do Metrô-DF e entrará em operação em 30 dias. 
     A nova frota possui uma tecnologia avançada: um sistema de tração moderno, que diminui as falhas técnicas dos trens e reduz o tempo de espera nas estações. Atualmente, o Metrô-DF transporta cerca de 160 mil passageiros/dia. Com todos os novos carros em operação, a capacidade será praticamente duplicada, chegando aos 300 mil usuários/dia.
Automatização
     Cada trem será equipado com os sistemas de controle e operação automáticos, o ATC/ATO. Em conjunto, serão responsáveis por executar, sem atuação do piloto, funções de alinhar, parar, fechar/abrir portas e emitir avisos sonoros. Com o avanço, o piloto assume a função de monitorar todo o sistema ATC/ATO e fazer manobras nas áreas necessárias.   
     Esse sistema trará mais comodidade à população, pois diminuirá o tempo de espera nas estações e consequentemente das viagens. Toda a frota antiga será modernizada, passando a operar sob controle e operação automáticos até junho de 2011.
Informação
     Para a melhor comunicação com os usuários, a sinalização interna contará com um painel display informativo. Com isso, mensagens de segurança e cidadania serão transmitidas aos passageiros durante toda a viagem. Os painéis eletrônicos também emitirão um alerta de fechamento de portas antes de partir. A medida previne acidentes.
O sistema de áudio dos trens será automático e gravado, permitindo que os avisos sonoros sejam emitidos com maior freqüência.
Cronograma
     Todos os trens passarão por um período de acoplamento e testes dinâmicos, onde todos os componentes de tração, frenagem, sinalização e comunicação serão avaliados. Por isso, são necessários 30 dias até a efetiva operação destes carros.
     Em agosto de 2010, chega o segundo trem da nova geração. A partir de setembro, serão entregues dois por mês. A previsão é de que em março de 2011, os 12 trens estejam em operação, permitindo a duplicação da capacidade atual de transporte do Metrô-DF.
     Ao todo, serão investidos R$ 325 milhões na compra dos trens, modernização da frota antiga, e compra de peças sobressalentes (leia detalhamento), dos quais R$ 260 milhões financiados pelo BNDES. A diferença foi paga pelo GDF.
Extensão do horário
     A partir do próximo sábado (3), a operação no Metrô-DF será ampliada, das 7h às 19h, para 6h às 23h30. Aos domingos, o funcionamento não será alterado. A modificação visa atender às demandas atuais, principalmente do comércio e dos trabalhadores com jornada noturna.
     O Metrô-DF estuda ainda aumentar a segurança dos passageiros do sistema. Por isso, serão realizados estudos de viabilidade para instalação de uma Delegacia de Polícia na Estação Shopping para prestar atendimento rápido às ocorrências registradas nas estações e nos trens.
RAIO-X:
     Cada trem é composto por quatro carros;
     Serão 12 novos no total;
     20 trens é o número atual de trens. Chegará a 32 até 2011, com as novas aquisições;
     Haverá redução no intervalo entre trens dos atuais 4min30seg (menor tempo) para 3min;
     Os novos carros possuem sistema de controle e de operação automatizados, ou seja, mais segurança, rapidez e confiabilidade. 
     Um trem pesa 240 toneladas e transporta mais 1,3 mil passageiros (188 sentados);
     30 dias é o prazo para que o trem novo entre em operação;
     2 trens serão entregues por mês, a partir de setembro;
     Junho de 2011 é o prazo final para que renovação seja completada;
     R$ 325 milhões é o valor total do investimento na modernização e ampliação da frota do Metrô;
  INVESTIMENTO:
     Compra dos 12 trens: R$ 260 milhões
     Modernização da frota antiga: R$ 50 milhões
     Compra de peças sobressalentes: 15 milhões
     Total: R$ 325 milhões
     Fonte de recursos: BNDES e GDF
OPERAÇÃO AMPLIADA:
     Aos sábados, domingos e feriados, o Metrô-DF funciona das 7h às 19h, com tarifa promocional de R$ 2. Com a mudança, os sábados terão funcionamento igual ao da semana: das 6h às 23h30. A tarifa permanece promocional, de R$ 2.



Nenhum comentário:

Postar um comentário