sexta-feira, 26 de março de 2010

Metroviários rejeitam nova proposta e mantêm greve

PARALISAÇÃO »

Noelle Oliveira

Publicação: 25/03/2010 21:46 Atualização: 25/03/2010 22:27

O metrô continua em greve com paralisação total no DF. Os metroviários rejeitaram, na noite desta quinta-feira (25/3), a proposta apresentada nesta tarde pelo governador em exercício, Wilson Lima. A categoria se reuniu em assembleia em frente ao Palácio do Buriti por cerca de uma hora e meia.

O governo ofereceu reajuste salarial de 19,4%; aumento do tíquete de alimentação para um valor diário de R$ 26,9; auxílio-creche de R$ 150; auxílio-saúde que subiria para R$ 146 em julho e para R$ 161 em novembro; e abono dos pontos dos dias parados. A proposta não foi suficiente para suspender a paralisação iniciada na última segunda-feira.

A categoria avaliou que a porcentagem de circulação dos trens determinada pelo Tribunal Regonal do Trabalho (TRT) – 60% durante a manhã, 30% durante o dia e 80% no fim da noite – cercearia o direito de greve. "Esse percentual de circulação não é greve. Se tivermos 80% dos trens circulando e ainda ônibus extras, seria uma melhora no transporte do DF", afirmou Solano Trindade, presidente do Sindmetrô.

Nesta sexta-feira, às 13h, os metroviários têm uma reunião no TRT. Eles devem apresentar uma contraproposta. Uma nova assembleia está marcada para as 20h, em frente ao Buriti.

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2010/03/25/cidades,i=182050/METROVIARIOS+REJEITAM+NOVA+PROPOSTA+E+MANTEM+GREVE.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário