quarta-feira, 6 de abril de 2011

Superfaturamento do metrô DF pode passar dos R$ 100 milhões

06/04/2011 - MaisComunidade.com

A comissão de fiscalização de obras e serviços de engenharia do Tribunal de Contas fez um pente fino em tudo o que já foi gasto com a implantação do sistema do metrô, desde 1992 até o ano passado. Em obras recentes e contratos de manutenção, os inspetores apontaram indícios de gastos muito acima dos valores médios de mercado.

De acordo com o relatório, as obras custaram quase R$ 5 bilhões em valores atualizados. O documento revela que no trecho Taguatinga - Ceilândia, fiscalizado pela Controladoria-Geral União, teria havido um superfaturamento de R$ 11,7 milhões.

De acordo com a análise dos inspetores, as obras das estações da 102 Sul, 112 Sul e Guará, apresentaram evidências de superfaturamento de R$ 14,2 milhões. Além disso, o Tribunal de Contas também investigou os valores gastos com serviços de manutenção e apoio à operação do metrô a partir de 2001. Resultado: superfaturamento que chegou a R$ 85,4 milhões.

A assessoria do metrô informou que ainda não recebeu o relatório do Tribunal de Contas e só vai se manifestar quando tiver em mãos o documento oficial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário